Marechal Deodoro: Baleia-Jubarte encalha morta na Praia do Saco; esse é o primeiro registro deste ano em Alagoas, segundo Biota

A temporada desta espécie no Nordeste está em alta e o risco de encalhe preocupa

*Imagem: Biota

O Instituto Biota recebeu a informação, na manhã deste domingo (29), do encalhe de uma baleia-jubarte na Praia do Saco, Litoral Sul, em Marechal Deodoro. Uma equipe foi direcionada para o local para colher mais dados sobre o animal e identificar a possível causa da morte. Em três décadas, o número de baleias desta espécie aumentou 20 vezes em águas brasileiras graças aos trabalhos de recuperação da espécie e, com isso, elas deixaram de ser consideradas ameaçadas de extinção. Por outro lado, neste ano, apesar deste ser o primeiro registro em alagoas, houve recorde de jubartes encalhadas nas praias do país.

“Esse é o primeiro registro de jubarte deste ano [em Alagoas], Mas a temporada só está começando”, explicou o presidente do Biota, Bruno Stefanis.

A preocupação no acompanhamento destes animais, que agora estão aparecendo com mais frequência no Nordeste, é com os encalhes. Mais de 140 baleias da espécie já foram encontradas mortas no litoral brasileiro em 2021. Santa Catarina é o estado que mais registrou encalhes de baleias-jubartes neste ano, chegando a 48, segundo o levantamento feito em todo o Brasil pelo Projeto Baleia Jubarte. O mesmo acompanhamento aponta que o maior número de encalhes ocorreu no mês de julho, com 51 casos. agosto não terminou e conta com 47 encalhes, incluindo o deste domingo em Alagoas.

Acompanhe os dados completos e atualizados.

Encalhes
RS 10
SC 48
PR 8
SP 39
RJ 15
ES 16
BA 8
SE 1
AL 1

Total: 146

Jan
Fev 1
Mar
Abr 5
Mai 10
Jun 32
Jul 51
Ago 47

Fonte: Projeto Baleia Jubarte